Home / Noticias Blog / ANTT autoriza implantação de linhas para a Planalto Transportes, Januária e Nordeste Transportes

ANTT autoriza implantação de linhas para a Planalto Transportes, Januária e Nordeste Transportes


Planalto Transportes foi autorizada a implantar linha Joinville (SC) – Ijuí (RS)

Paratins Transportes também recebeu autorização para a implantação de 3 linhas

ALEXANDRE PELEGI

A Superintendência de Serviços de Transporte Rodoviário de Passageiros da Dependência Vernáculo de Transportes Terrestres – ANTT publicou 7 Portarias no Quotidiano Solene da União desta sexta-feira, 25 de setembro de 2020, em atenção a solicitações de implantação de linhas feitas por diferentes empresas de ônibus de transporte interestadual.

Pela Portaria nº 770 a Dependência autorizou pedido da Planalto Transportes Ltda para a implantação da linha Joinville (SC) – Ijuí (RS), prefixo nº 16-0162-00, com os mercados a seguir porquê seções:

I – De: Joinville (SC) Para: Carazinho (RS) e Passo Fundo (RS).


Em três Portarias, a empresa Paratins Transporte e Turismo Ltda foi autorizada a implantar as seguintes linhas com mercados:

Portaria nº 757 – linha Goiânia (GO) – Santana do Araguaia (PA), prefixo nº 12-0535-00, com os mercados a seguir porquê seções:

I – De: Aragarças (GO) Para: Água Boa (MT), Basta Boa Vista (MT), Bom Jesus do Araguaia (MT), Confresa (MT), Novidade Xavantina (MT), Porto Satisfeito do Setentrião (MT) Ribeirão Cascalheira (MT), São Felix do Araguaia (MT), Vila Rica (MT) e Santana do Araguaia (PA);

II – De: Goiânia (GO) Para: Água Boa (MT), Basta Boa Vista (MT), Barra do Garças (MT), Bom Jesus do Araguaia (MT), Confresa (MT), Porto Satisfeito do Setentrião (MT) Ribeirão Cascalheira (MT) e São Felix do Araguaia (MT);

III – De: Santana do Araguaia (PA) Para: Água Boa (MT), Barra do Garças (MT), Confresa (MT), Novidade Xavantina (MT), Porto Satisfeito do Setentrião (MT) e Ribeirão Cascalheira (MT).

Portaria nº 764 – linha Goiânia (GO) – Canaranã (MT), prefixo 12-0534-00, com os mercados a seguir porquê seções:

I -De: Aragarças (GO) Para: Água Boa (MT), Canarana (MT) e Novidade Xavantina (MT); e

II – De: Goiânia (GO) Para: Água Boa (MT), Basta Boa Vista (MT) e Barra do Garças (MT).

Portaria nº 765 – linha Goiânia (GO) – Querência (MT), prefixo nº 12-0533-00, com os mercados a seguir porquê seções:

I – De: Aragarças (GO) Para: Água Boa (MT), Novidade Xavantina (MT), Querência (MT) e Ribeirão Cascalheira (MT).

II – De: Goiânia (GO) Para: Água Boa (MT), Barra do Garças (MT) e Ribeirão Cascalheira (MT).


Já pela Portaria nº 766 a ANTT atendeu o pedido da Nordeste Transportes Ltda para a implantação da linha Curitiba (PR) – Foz do Iguaçu (PR), prefixo 08-0279-30, com seguintes mercados porquê seções:

I – De: Curitiba (PR) Para: Londrina (PR), Maringá (PR), Campo Mourão (PR), Cascavel (PR) e Medianeira (PR).


Ainda pela Portaria nº 767 a Dependência deferiu pedido da empresa Januaria Transportes e Turismo Ltda para a implantação da linha da linha direta Juvenília (MG) – Brasília (DF) via Vitória.


Pela Portaria nº 769, a ANTT atendeu autorizou a Viação Novo Horizonte Ltda a suprimir a linha Itumbiara(GO) – Santa Maria da Vitória(BA), prefixo 12-0165-61 com os mercados a seguir porquê seções:

I – De: Itumbiara (GO) Para: Santa Maria Da Vitoria (BA), Barreiras (BA) e Serra Dourada (BA)

II – De: Goiânia (GO) Para: Barreiras (BA), Serra Dourada (BA) e Santa Maria da Vitoria (BA)

III – De: Anápolis (GO) Para: Barreiras (BA), Serra Dourada (BA) e Santa Maria da Vitoria (BA)

IV – De: Brasília (DF), Formosa (GO), Alvorada do Setentrião (GO) E Posse (GO) Para: Santa Maria da Vitoria (BA)


Por termo, e pela Decisão nº 102, a ANTT negou pedido da empresa J A A Carneiro Locação de Veículos, Negócio e Serviços Ltda – ME  e manteve os termos da Portaria nº 696, de 20 de agosto de 2020, que indeferiu o pedido de mercados novos.

Porquê mostrou o Quotidiano do Transporte, a Portaria nº 696 havia indeferido o pedido de autorização para operar os mercados pleiteados pela empresa J A A Carneiro  por inobservância ao prazo indicado no §1º do art. 26 da Solução ANTT nº 4.770/2015: “§ 1º – Caso não haja sintoma da transportadora em um prazo de 60 (sessenta) dias úteis, contados da data de notícia de que trata o caput, o processo será arquivado.”


PRINT DA PUBLICAÇÃO DO  DOU:


Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Manadeira: Post Completo

Sobre Hidro Curitiba

Verifique também

Juíza de Curitiba que humilhou e xingou servidores será transferida

Juíza de Curitiba que humilhou e xingou servidores será transferida

Por ameaçar, desrespeitar, humilhar e xingar servidores de seu gabinete, o Órgão Próprio do Tribunal …

Call Now Button